Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

Clinica confirma demissão de funcionários que filmaram a vazaram autopsia de Cristiano Araújo

A Clínica Oeste, em goiânia, em nota oficial, confirmou antes da meia noite a demissão de dois funcionários que estavam preparando o corpo para o velório e sepultamento do cantor Cristiano Araújo.
O médico legista Peterson Freitas Moreira informou que a filmagem não foi feita dentro do IML. Mas admitiu que o corpo foi fotografado para fins de interesses profissionais do órgão, eximindo de qualquer responsabilidade sobre a filmagem os funcionários do IML.
O Blog do Luis Cardoso informou em primeira mão a demissão dos funcionários, às 21h, sendo reproduzido por diversos sites em todo o país, principalmente no estado de Goiás.
O Governo do Estado de Goiás também emitiu nota e informou que a funerária já foi fechada, conforme antecipou o blog do Luis Cardoso. O Ministério Público Federal também entrou no caso. E provável que seja decretada nas próximas horas a prisão das duas pessoas que filmaram e vazaram o vídeo da autopsia do corpo do cantor Cristiano Araújo.
Leia abaixo matéria completa sobre o assunto publicada às 23h14 no jornal Correio Brasiliense:
Os funcionários da clínica de tanatopraxia que divulgaram nas redes sociais imagens do corpo do cantor Cristiano Araújo durante preparação para o velório foram demitidos por justa causa na noite desta quinta-feira (25/6). A Clínica Oeste divulgou, em nota, que “repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens” e que “ já tomou as providências legais para efetuar as demissões por justa causa”.
Além disso, a empresa afirmou que a equipe assina um regulamento interno de trabalho e Ordem de Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho individual para cada caso. O termo proíbe que “toda e qualquer etapa do trabalho desenvolvido na empresa seja gravado, fotografado e, principalmente, divulgado”.
Por meio de nota, a clínica ainda ressalta o compromisso com a ética, a transparência, o zelo pela prestação do serviço e o respeito às famílias, e se solidariza com todos os que, como ela, repudiam tal ato.
No vídeo, feito com a câmera de um telefone celular, uma funcionária avisa que vai se aproximar do corpo para mostrar o rosto do cantor. “Vou virar para cá para mostrar o…” e revela o rosto de Cristiano. Ela ainda conversa com o colega e diz “dá um tchau”. Em outro momento, ela ainda pede para que o outro funcionário mexa no corpo de Cristiano. “Tira a costela”, diz, para mostrar novamente o rosto do artista.
O Correio Braziliense optou por não replicar a publicação dessas imagens ofensivas, mantendo nossa linha editorial pautada por critérios éticos.

Categoria: Notícia Geral

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*