Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

Secretária de Política para Mulheres, Gracilene Oliveira destaca nova estrutura que vai possibilitar mais atendimentos na secretaria da Mulher

Criada em 2014, a secretaria municipal de políticas para Mulheres de Alto Alegre do Maranhão, abriu um novo cenário quanto a proteção de mulheres contra a violência e promoção dos diretos femininos, apesar de ser uma pasta nova, o órgão realizou em seu primeiro ano de funcionamento importantes trabalhos e ações. Foi da secretaria da Mulher a iniciativa de reativar o Conselho Municipal da Mulher; implantar no calendário de comemorações do município a semana da mulher; implantar os cursos de capacitação e geração de renda através do Serviço Nacional Aprendizagem Comercial-SENAC e trabalhar os 16 dias de ativismo pelo fim da violência conta a mulher. Além dessas ações, a secretaria desempenha o trabalho de prevenção através de informações com assistente social e acolhe e atendimento psicológico.
No novo endereço (Ruas das Pedrinhas/Centro), a intensão é oferecer um atendimento com mais qualidade e conforto, principalmente as mulheres vítimas de violência doméstica, dentro da secretaria também foi criada a sala da Associação de Mulheres Empreendedoras de Alto Alegre do Maranhão “mãos que fazem”, com intuito de fortalecer as práticas de empreendedorismo desempenhadas por mulheres do município.
Ao falar do caminho percorrido até aqui, a secretária Gracilene Oliveira destacou principalmente o trabalho essencial de levantar a auto-estima das mulheres, Gracilene Oliveira não esqueceu que nesse trabalho conta com parceiros inspissáveis como o apoio do prefeito Maninho de Alto Alegre, da vereadora Irlana Cheila, Kalliany Vieira (Vice-presidente do Conselho Municipal da Mulher), secretaria de Assistência Social e Agricultura, além de profissionais como psicóloga (Fernanda Xavieir) e assistente social (Waber Oliveira).
Hoje dia (26/10/2015), a secretaria e parceiros realizaram a primeira reunião para debater a organização do movimento 16 dias de ativismo pelo fim da violência conta a mulher, pelo segundo o município vai ser as ações do movimento.

Categoria: Política

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*