Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

VERGONHA: Maranhão está em penúltimo lugar em ranking de oportunidades de educação

Resultado de imagem para EDUCAÇÃOO Estado de São Paulo lidera o ranking do Ioeb (Índice de Oportunidades da Educação Brasileira) por Unidade Federativa com nota de 5,1 numa escala que vai de zero a dez.
Para se ter uma ideia, a nota nacional é de 4,5. E a melhor pontuação está no nível municipal – 6,1 – é a cidade de Sobral, que fica a cerca de 238 km da capital do Ceará, Fortaleza.
O Ioeb foi lançado na manhã desta quarta (7) em São Paulo pelo CLP (Centro de Liderança Pública).
Confira a nota de cada UF (Unidade Federativa): 
  • 1º lugar – São Paulo – 5,1
  • 2º lugar – Minas Gerais – 5,0
  • 2º lugar – Santa Catarina – 5,0
  • 4º lugar –  Paraná – 4,9
  • 5º lugar –  Ceará – 4,6
  • 5º lugar –  Distrito Federal – 4,6
  • 5º lugar – Espírito Santo – 4,6
  • 5º lugar – Goiás – 4,6
  • 9º lugar – Rio Grande do Sul – 4,5
  • 9º lugar – Mato Grosso – 4,5
  • 11º lugar –  Rondônia – 4,4
  • 12 º lugar – Mato Grosso do Sul – 4,3
  • 12º lugar – Tocantins – 4,3
  • 14º lugar – Acre – 4,2
  • 15º lugar – Rio de Janeiro – 4,1
  • 15º lugar – Paraíba – 4,1
  • 17º lugar – Pernambuco – 4,0
  • 17º lugar – Amazonas – 4,0
  • 19º lugar – Roraima – 3,9
  • 19º lugar – Piauí – 3,9
  • 19º lugar – Rio Grande do Norte – 3,9
  • 22º lugar – Sergipe – 3,8
  • 23º lugar – Alagoas – 3,7
  • 23º lugar – Amapá – 3,7
  • 25º lugar – Bahia – 3,6
  • 25º lugar – Maranhão – 3,6
  • 27º lugar – Pará – 3,5
A ideia é avaliar quais são as oportunidades educacionais de crianças e jovens de 0 a 17 anos nas cidades. Mas foram calculados também os dados por UF e para o Brasil, trabalho dos pesquisadores Reynaldo Fernandes, professor da USP (Universidade de São Paulo) e da economista Fabiana de Felício.
Categoria: Política

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*