Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

Funcionários do ICN passaram Natal e vão entrar Ano Novo sem salários e 13º

É desesperadora a situação dos funcionários que trabalhavam no ICN – Instituto de Cidadania e Natureza. A empresa prestava serviços para o governo do estado, através da secretaria estadual de Saúde, porém desde que foi deflagrada uma operação da Polícia Federal que investiga desvio de recursos na gestão Ricardo Murad (PMDB) e determinação da Justiça para que o executivo estadual suspendesse o contrato com o ICN, a terceirizada fechou as portas e anunciou a demissão de todos os empregados.

Ocorrida nos dias 16 e 17 de novembro em São Luís, a Operação Sermão aos Peixes prendeu os médicos Péricles Silva Filho e Benedito Silva, ambos donos do ICN. Os dois permanecem presos até a presente data, outro que deveria estar preso era José Inácio Guará Silva, porém faleceu uma semana antes na cidade de São Paulo.

Com os proprietários do ICN presos, nunca nenhuma explicação foi dada aos funcionários. A sede da empresa localizada no edifício Vinicius de Moraes no bairro do Calhau, está fechada. Os que trabalhavam na terceirizada da saúde estadual ficaram sem os salários de novembro e dezembro, além do 13º salário.

Em contato com este jornalista, um ex-funcionário do ICN informou que um grupo de trabalhadores já procurou a Justiça do Trabalho, mas a resposta que tiveram é que apenas em 2016, poderá ser iniciado o processo de aplicação de multas para que sejam pagos os salários atrasados. Desta forma, milhares que prestavam serviço ao ICN ficaram o Natal sem dinheiro e vão entrar 2016 da mesma forma.

Categoria: Política

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*