Coronavírus: Polícia Federal na cola de prefeituras maranhenses

Polícia Federal e demais órgãos de fiscalização estão de olho em contratos emergenciais estabelecidos por alguns prefeitos do Maranhão

A Polícia Federal, Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Estado da Maranhão – GAECO, e Tribunal de Contas do Estado devem apurar alguns contratos entre prefeituras e empresas que possivelmente possam ter indícios de superfaturamento em notas fiscais.

As investigações sobre a aplicação dos recursos federais de combate ao coronavírus estão ocorrendo em todo o Brasil. Na manhã desta terça-feira (26), a PF iniciou a operação Placebo no Rio de Janeiro, onde fez buscas em endereços ligados ao governador do estado, existem suspeitas de fraudes em hospitais de campanha.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*