Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

Justiça afasta Sydnei Pereira no cargo; vice-prefeita de Anajatuba assume

Medida requerida pelo Ministério Público visa resguardar instrução processual de diversas ações de improbidade contra o comunista e funcionamento dos serviços públicos

A Justiça do Maranhão determinou, nessa sexta-feira 4, o afastamento cautelar de Sydnei Costa Pereira (PCdoB) do cargo de prefeito de Anajatuba. A medida atende pedido formulado pelo Ministério Público, em ação de improbidade contra o comunista.

De acordo com a decisão, o afastamento deve durar até o próximo dia 31 de dezembro, quando termina o mandato de Sydnei Pereira.

A medida visa resguardar a instrução processual de diversas ações de improbidade contra o gestor, bem como assegurar o funcionamento dos serviços públicos municipais, que se encontram prejudicados desde o final das eleições, em 15 de novembro, quando o grupo político de Sidney Pereira, que tinha como candidato o ex-secretário municipal de Saúde, James Mendes (PCdoB), saiu derrotado.

Na decisão, foi determinado, ainda, que o ato seja comunicado ao presidente da Câmara Municipal de Anajatuba, Edvan Sanches (PSB), a fim de que seja convocada a sessão solene extraordinária para dar posse à vice-prefeita, Lucilandia da Colônia (MDB) —eleita vereador nas eleições municipais de 2020.

Sidney Pereira é investigado pelo Ministério Público sob a suspeita de diversas condutas irregulares, dentre elas licitações e contratações fraudulentas; inadimplência no pagamento de salários do funcionalismo público municipal ativo, aposentado e pensionista; contratações precárias sem qualquer processo seletivo ou critério objetivo de escolha, bem como desvio e destinação irregular de recursos públicos.

Além disso, no último dia 26, o Ministério Público tomou conhecimento de informações preliminares de que, durante a madrugada anterior, documentos públicos originais, com selos de autenticidade, relativos a procedimentos licitatórios, teriam sido retirados da sede da Prefeitura de Anajatuba e descartados em um caminhão de lixo. Tais documentos, foram encontrados posteriormente incinerados no lixão da cidade, conforme imagens de vídeos anexados à ação pelo promotor Rodrigo Alves Cantanhede.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*