Blog do Garreto - A credibilidade é o compromisso da informação!

MUNDO: Avalanche em estação de esqui na Suíça deixa vários desaparecidos

Uma avalanche de neve que atingiu a estação de esqui de Crans-Montana, no cantão de Valais, na Suíça, soterrou entre 10 e 12 pessoas nesta terça-feira, que estão desaparecidas, informou a agência local “ATS”.

Helicópteros e equipes de resgate trabalham na zona do acidente, ocorrido no começo da tarde na parte baixa da pista de Plaine-Morte, onde a avalanche chegou a 400 metros.

As altas temperaturas na zona, unidas às copiosas nevascas em semanas anteriores, aumentaram o risco de avalanches em muitas estações dessa parte dos Alpes, em um momento de alta afluência de esquiadores, já que muitas escolas da Suíça estão de férias durante uma semana.

Está inicialmente previsto que Crans-Montana acolha no próximo fim de semana provas da Copa do Mundo de Esqui feminino.

MUNDO: Tempestade de areia gigantesca ‘engole’ cidade chinesa

Autoridades lançaram um alerta de que o clima seco poderia causar queimadas e pediu que os moradores ‘tomassem precauções’

Uma tempestade de areia engoliu a cidade de Zangye, de 1,2 milhão de habitantes, no noroeste da China. O solo do deserto de Gobi foi levado por ventos de mais de 60 km/h.

A visibilidade se reduziu para menos de 100 metros na cidade. O volume de partículas voando pelos ares formou uma “muralha” de areia, de cerca de 10 metros.

A tempestade de areia causou caos no trânsito e forçou os moradores a caminharem com panos sobre o rosto, para evitar problemas respiratórios.

As ruas da cidade também pareciam ter mudado de cor, adquirindo um tom amarelado causado pela névoa de poeira. Em áreas rurais, o vento alimentou focos de incêndio.

Autoridades lançaram um alerta de que o clima seco poderia causar queimadas e pediu que os moradores “tomassem precauções”.

MUNDO: Passa de 800 o número de mortos na Indonésia devastada por terremoto e tsunami

Número de mortos pode subir, pois há dezenas de desaparecidos e mais de 500 feridos – muitos em estado grave.

O número de mortos nos terremotos e no tsunami que atingiram a ilha indonésia de Sulawesi dobrou e chegou a 832 em um balanço divulgado neste domingo (30). Porém, esse número pode subir, pois 29 pessoas seguem desaparecidas e mais de 500 estão feridas – muitas em estado grave.

Estima-se que 350 mil pessoas tenham sido afetadas pelo terremoto ou pelo tsunami, sendo que 16.732 estão desabrigados ou deslocados desde sexta-feira (28).

A maioria das vítimas foi registrada em Palu, cidade com cerca de 350 mil habitantes na costa oeste da ilha, de acordo com a Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio). Onze pessoas morreram na vizinha Donggala.

O porta-voz da BNPB, Sutopo Purwo Nugroho, afirmou que um enterro em massa será realizado na cidade de Palu, por questões de segurança sanitária.

Terremoto seguido de tsunami mata 832 pessoas na Indonésia

O presidente de Indonésia, Joko Widodo, iniciou neste domingo uma visita às áreas mais afetadas. Ele chegou ao aeroporto de Palu, capital da província, algumas horas depois da sua reabertura para voos comerciais.

“Quero ver eu mesmo e assegurar-me de que a resposta ao impacto do terremoto e do tsunami chega a todos nossos irmãos. Peço a todo o país que reze por eles”, escreveu o presidente no twitter.

 

FIM DOS TEMPO: Ondas destruíram casas e deixaram famílias desaparecidas; gravações que foram compartilhadas na internet mostram cenas de terror e desespero

Um terremoto de magnitude 7.5 na escala Richter atingiu a costa da Indonésia, nesta sexta-feira (28) e gerou um tsunami na ilha de Sulawesi, no centro do país. O momento em que uma onda gigante engoliu parte da ilha foi registrado em vídeos.

Leia também: Terremoto de magnitude 7,1 atinge o Peru e é sentido no Acre nesta sexta-feira

A informação a respeito do terremoto e de suas consequências é de um porta-voz da agência geofísica do arquipélago, Hary Tirto Djatmiko, e chega pouco depois de as próprias autoridades daIndonésia terem retirado o alerta de tsunami por causa do tremor.

Emissoras de TV exibiram os vídeos que mostram o momento em que o tsunami atinge a ilha, com pessoas fugindo e gritando de medo. As cenas de desespero acontecem na orla de Palu, capital da província de Sulawesi Central.

A cidade de Donggala, também localizada na região, também foi atingida. Um porta-voz do governo, Sutopo Purwo Nugroho, afirmou a agências internacionais que as ondas destruíram muitas casas e que diversas famílias ficaram desaparecidas. Por enquanto, as autoridades falam em cinco pessoas mortas, mas o número deve aumentar nas próximas atualizações.

Leia também: Terremoto de magnitude 6,9 atinge a Indonésia e deixa dezenas mortos

terremoto de hoje ocorreu a cerca de 80 quilômetros de Palu e a 10 quilômetros de profundidade, segundo o serviço geológico dos Estados Unidos.

Pouco antes, um sismo de 6.1 já havia atingido Sulawesi, mas sem provocar danos. A Indonésiafica no chamado “anel de fogo do Pacífico”, uma zona de intensa atividade sísmica e vulcânica.

Leia também: Terremoto na Indonésia: número de mortos chega a 387

Terremoto na costa do Alasca provoca alerta de tsunami

Um terremoto de magnitude 8,2 atingiu o Golfo do Alasca nas primeiras horas desta terça-feira, levando as autoridades a alertarem moradores da região a se afastaram da área litorânea devido ao risco de um tsunami.

O tremor ocorreu 256 quilômetros a sudeste de Chiniak, no Estado norte-americano do Alasca, a uma profundidade de 10 quilômetros, às 7h31 (horário de Brasília), de acordo com o Serviço Geológico dos EUA.

“Se você está localizado nessa região costeira, mova-se em direção ao interior para lugares elevados. Alertas de tsunami significam que um tsunami com inundação significativa é possível ou já está ocorrendo”, disseram autoridades em um alerta para Alasca e Colúmbia Britânica (Canadá).

Foram emitidos alertas de tsunami para partes do Alasca e do Canadá, e toda a costa oeste dos Estados Unidos e o Havaí foram colocados em estado de observação para um tsunami.

“Com base em todos os dados disponíveis, um tsunami pode ter sido gerado por esse terremoto que pode ser destrutivo para áreas costeiras mesmo distantes do epicentro”, disse o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.

A agência meteorológica do Japão informou que está monitorando a situação, mas não emitiu alerta de tsunami.

Empresa chinesa assina último documento que formaliza a construção de porto em São Luís

A maior empresa em infraestrutura da China, a China Communications Construction Company (CCCC), assinou, dia 27 de dezembro, o último documento para a formalização da parceria na construção do Porto Multimodal de São Luís. O grupo passa a ser formado pela CCCC, com participação em 51% do empreendimento, e por sócios brasileiros, com 49%.

Em abril do ano passado, em São Paulo, a CCCC assinou acordo com o Grupo WTorre para construção do Terminal de Uso Privado (TUP), em solenidade que contou com a presença do governador Flávio Dino, que considerou positiva esta iniciativa das duas empresas, mas elas continuam enfrentando resistências de moradores da área do empreendimento, o que vem dificultando o andamento da obra (foto principal).

De acordo com comunicado da empresa, 4 mil empregos devem ser gerados na obra, sendo 2 mil já no primeiro ano da construção e 85% da mão-de-obra devem ser do Maranhão.

A informação sobre a formalização da parceria é do diretor do Porto Multimodal, José Hagge, que esteve em São Luís esta semana para compromissos técnicos da obra que já iniciou a fase de supressão vegetal.

“Estamos confiantes de que o investimento de R$ 800 milhões no Maranhão contribuirá para a geração de empregos diretos e indiretos, arrecadação de tributos e possibilitará o incremento do desenvolvimento ao Estado que conta com excelente posição geográfica e marítima na baía de São Marcos”, analisa Hagge.

 

O projeto do Porto Multimodal de São Luís é de um Terminal de Uso Privado (TUP), com área de 2 milhões de metros quadrados, sendo 550 mil de área de proteção ambiental,  próxima ao Porto do Itaqui, compreendendo seis berços (quatro na primeira fase e dois na segunda, ponte de acesso, acesso rodoferroviário e pêra ferroviária. O terminal atende as áreas central, norte e nordeste do país, interligado pelas Ferrovias Norte Sul e Carajás.

A primeira fase da obra deve ser concluída em quatro anos, com capacidade para movimentar anualmente: 7 milhões de toneladas de soja e milho, 1,5 milhão de fertilizantes, 1,5 milhão de carga geral e 1, 8 mil metros cúbicos de derivados de petróleo.

Grupo de investidores

  • CCCC– Empresa chinesa de construção pública negociada, foi criada em 2005 e é a maior empresa do segmento da China. Está envolvida na construção e infraestrutura de transporte de draga, além de operar ativos em outros países. Entre suas obras mais conhecidas está a maior ponte do mundo, que liga Hong Kong, Macau e Zhuahi, com 55 quilômetros. Da infraestrutura faz parte um tunel com 6,7 quilômetros, que se situa a 40 metros abaixo do nível do mar.
  • WPR– Fundada em São Paulo, em 1981, atua em diferentes áreas, como construção civil, desenvolvimento imobiliário, centros logísticos, entretenimento, shopping centers e infraestrutura. Os projetos que assina já somam quase 10 milhões de metros quadrados de área construída. Entre as obras de destaque estão estaleiro Rio Grande, no Rio Grande do Sul, o Allianz Parque, em São Paulo, conhecido como Arena Palmeiras, construído para receber espetáculos, concertos, eventos corporativos e, principalmente, partidas de futebol do Palmeiras.

ALTO ALEGRE-MA: Hospital Geral em Parceria com a (SES) realiza Campanha de Conscientização sobre o câncer de Próstata

Uma série de ações de prevenção ao câncer de próstata e testículo realizado pelo Governo do Estado durante o mês de novembro. As atividades integram a Campanha Novembro Azul, que visa alertar especialmente os homens para os cuidados com a saúde. Promovidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), as ações têm foco na prevenção e no combate ao câncer e acontecerão em unidades de saúde da capital e do interior do estado. Durante a manhã do último dia 14, no hospital geral de Alto Alegre do Maranhão, foram realizadas várias consultas e exames laboratorias, além de uma grandiosa palestra frisando a importância da prevenção do câncer da próstata. O Alertar para os cuidados com a saúde do homem, incluindo a prevenção, o combate ao câncer de próstata, de pênis e doenças crônicas não transmissíveis é a proposta da Secretaria de Estado da Saúde (SES) durante a realização da campanha Novembro Azul que, neste ano, aborda o tema Menos preconceito, Mais Saúde.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) informam que o câncer de próstata é o segundo mais comum tipo de câncer entre os homens brasileiros, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. O INCA ainda estima que, em 2016, mais de 61 mil casos serão diagnosticados ao longo do ano. Com relação aos números de mortes causados por câncer, o de próstata está na segunda posição a primeira é ocupada pelo câncer de pulmão.

“Assim como o “Outubro Rosa”, mês de conscientização das mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e da prevenção do câncer de mama, em novembro, acontece o “Novembro Azul”. Quanto mais cedo procurarmos fazer os exames de rotina, maior as chances de prevenir essas doenças. O câncer de próstata, quando diagnosticado precocemente, apresenta uma alta taxa de cura e um tratamento com menos sequelas, por isso a necessidade de conscientização, o hospital geral de Alto Alegre do Maranhão tem focado em campanha contra as doenças crônicas, além disso, o hospital geral é refência em maternidade atendendo várias cidades do nosso estado. Frisou Cassia Noleto, diretora administrativa da unidade. 

Atenção homens, fiquem atendos á essas informações:

O que é Câncer de Próstata

O câncer de próstata se caracteriza como consequência da transformação de células da próstata de forma anormal, podendo, assim, se espalhar por todo o órgão e, em casos mais graves, até mesmo fora dele.

A próstata é uma glândula pertencente ao aparelho reprodutor masculino e está localizada logo abaixo da bexiga e na frente do reto e da uretra. Como todo órgão possui várias células em seu composto, com a próstata não seria diferente. Porém, mesmo diante disso, a maioria dos casos de câncer de próstata tem início nas glândulas responsáveis por produzirem parte do líquido seminal (sêmen), que protege e nutre os espermatozóides.

Na maioria das vezes, o tumor cresce de forma lenta e estima-se que, cerca de 80% dos pacientes com mais de 80 anos que morreram por conta de outros problemas, nem sabiam que tinham o câncer em seu organismo. Por outro lado, em outros casos, o câncer se desenvolve e se prolifera de maneira muito rápida.

Sintomas do Câncer de Próstata

Em grande parte dos casos, no estágio inicial do câncer de próstata, não são apresentados sintomas, tanto é que grande parte dos homens descobrem que possuem o tumor após a bateria de exames de rotina.

Quando os sintomas são existentes, o paciente costuma ter, normalmente, apenas um ou um conjunto dos listados abaixo:

  • Micção mais frequente;
  • Levantar mais vezes à noite para urinar;
  • Dificuldade em começar a urinar;
  • Dificuldade em continuar a urinar uma vez que começou;
  • Sangue na urina;
  • Micção dolorosa;
  • Ejaculação dolorosa (menos comum);
  • Atingir ou manter uma ereção (menos comum).

Tratamento do Câncer de Próstata

Cada caso de câncer de próstata deve ser tratado de forma individual, pois cada pessoa possui um organismos diferente da outra e, portanto, cada caso é diferente do outro.

Para começar, é importante saber qual é a classificação do câncer dentro do Escore de Gleason pontuação dada a um câncer de próstata de acordo com a sua aparência microscópica. Quanto mais baixo é o escore, melhor será o prognóstico do paciente:

  • Escore entre 2 e 4: significa que há cerca de 25% de chance do câncer se disseminar para fora da próstata em um período de 10 anos.
  • Escore entre 5 e 7: significa que há cerca de 50% de chance do câncer se disseminar para fora da próstata em um período de 10 anos.
  • Escore entre 8 e 10: significa que há cerca de 75% de chance do câncer se disseminar para fora da próstata em um período de 10 anos.

 

GIRO PELO MUNDO: URGENTE! Número de mortos após terremoto no México sobe para 225

Das 84 pessoas mortas na capital, 32 são crianças que estavam em uma escola

O coordenador nacional da Proteção Civil da Secretaria de Governo do México, Luis Felipe Fuente, atualizou o número de mortos para 225 após o terremoto de 7,1 pontos que atingiu o México nesta terça-feira (19), de acordo com o jornal mexicano Excelsior. Foram contabilizadas 84 mortes na Cidade do México, 71 em Morelos, 43 em Puebla, 12 em Eldomex, 4 em Guerrero e 1 em Oaxaca.

Dezenas de membros de equipes de segurança continuam os trabalhos de resgate e ainda foram confirmadas quantas pessoas estão desaparecidas.

Os dois grandes terremotos ocorridos no México em menos de um mês estão ligados?

Na cidade do México, além dos 84 mortos, outras 800 estão feridas e 39 prédios estão completamente destruídos, disse o chefe de governo da capital, Miguel Ángel Mancera. Destas 800, 200 continuam internadas em hospitais.

Há 32 anos, tremor de 8,0 pontos matou milhares no México

Ainda segundo Mancera, muitas pessoas foram resgatadas ainda com vida, mas as autoriodades ainda acreditam que a maioria está sob os escombros.

Crianças mortas

Pelo menos 32 crianças e cinco adultos morreram em uma escola que desabou no sul da Cidade do México. O prédio caiu devido ao terremoto que atingiu o país nesta terça-feira (19).

GIRO PELO MUNDO: Chineses se preparam para inaugurar a maior ponte do mundo

Com comprimento de 50 km, passagem deve começar a ser usada no final deste ano.

EUA usarão Centro de Alcântara para lançar foguetes no Maranhão, diz ministro

Ministério das Relações Exteriores firmou acordo com os EUA, que deve ser o 1º país a utilizar o centro. França, Rússia e Israel, também demonstram interesse na estrutura.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta quarta-feira (31) que o governo brasileiro vai permitir o uso do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, pelos países parceiros, Estados Unidos, França, Rússia e Israel, que demonstram interesse na estrutura do local.

Segundo ele, o Ministério das Relações Exteriores firmou acordo com os Estados Unidos, que deve ser o primeiro país a utilizar o centro. A França também enviou, há um mês, uma equipe que conheceu a unidade. Ainda não há prazo, no entanto, para o início das operações.

O CLA está paralisado desde 2001 e o presidente Michel Temer (PMDB) prepara um projeto de lei que autoriza o país a permitir o uso do equipamento a governos estrangeiros, conforme lembrou o ministro durante o Fórum de Investimentos Brasil 2017.

“Está pronta e acabada, é só virar a chave. Com aquela localização [privilegiada], a gente precisa, de fato, gerar recursos”, declarou o ministro.

O ministro citou a dificuldade de expansão da base por causa da questão quilombola. A área de 60 mil hectares foi desapropriada, restando 8 mil hectares para os lançamentos da plataforma. Segundo ele, com a expansão, os recursos passariam de US$ 1,2 bilhão para US$ 1,5 bilhão.

Atualmente a base opera no lançamento de foguetes em menor escala. “Não tem lançamento de satélites, tem de foguetes de pesquisa.”